ACIDENTES E INCIDENTES

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir em baixo

ACIDENTES E INCIDENTES

Mensagem por Nil em Sab Jan 16, 2010 7:50 pm

AMIGOS DO PLANETA, É DO CONHECIMENTO DE TODOS QUE QUANDO O ASSUNTO É BUGGY, SOU DEFENSOR IMPARCIAL.

ACREDITO QUE SEJA CONCENSO DE TODOS QUE LUGAR DE BUGGY NÃO É NA PRAIA! PRAIA É LUGAR DE BANHISTA.

AQUI NO CEARÁ, TENTA-SE LEVAR ISSO A SÉRIO, ENTRETANTO, ESTE "VERÃO" COMEÇOU COM 03 GRAVES ACIDENTES EM MENOS DE 15 DIAS.

O PRIMEIRO FOI UM "INCIDENTE" E ACONTECEU EM CANOA QUEBRADA, NA FESTAS DE FIM DE ANO.
02 QUADRICICLOS INVEDIRAM, NA CONTRA MÃO, A "AREA" DELIMITADA PARA OS BUGUEIROS PROFISSIONAIS.
QUANDO O PRESIDENTE DA COOPERATIVA DOS BUGUEIROS FOI RECLAMAR AOS QUADRICICLISTAS, OS USUARIOS DE 4X4 QUE OS ACOMPANHAVAM, DESCERAM A PORRADA NO PRESIDENTE DA COOPERATIVA.
NA PRAINHA, DOIS BUGGYS TAMBÉM COM TUISTAS BATERAM DE FRENTE COISA RARÍSSIMA EXATAMENTE PELO FATO DAS VIAS SEREM DELIMITADAS E COM MÃO E CONTRA MÃO.
E NESTA SEMANA, UM TURISTA ALUGOU UM BUGGY, COLOCOU A FAMÍLIA E FOI PASSEAR PELO LITORAL SEM NEHUMA EXPERIENCIA ANTERIOR, RESULTADO: TEVE A FILHA MORTA.

VEJA A REPORTAGEM ABAIXO E SEGUEM-SE AS MAIS RECENTES NA ORDEM DE OCORRENCIA.

Conflito entre bugueiros e
turistas em Canoa Quebrada


Conflito
entre bugueiros e turistas começou com uma briga, sábado à tarde, em
Canoa Quebrada. Na manhã de ontem foi necessário intervenção da PM para
que visitantes fossem retirados da pousada em que estavam


Diego Lage

diegolage@opovo.com.br
04 Jan 2010 - 00h56min



Uma série de confrontos aconteceu no último fim de semana, em Acarati,
no Litoral Leste. O fato começou no sábado, com uma briga entre
bugueiros e um grupo de visitantes, terminando somente ontem, após uma
operação montadas às pressas pelo 1º Batalhão de Polícia Militar,
sediado em Russas. Mais de 50 PMs foram mobilizados para impedir novos
tumultos.

O comandante do Pelotão de Aracati, capitão Paulo de Tarso, explica
que os fatos aconteceram em Canoa Quebrada. Na tarde de sábado, dois
visitantes transitavam de quadriciclo na duna Por do Sol. O presidente
da Associação dos Bugueiros, Beto Andrade, teria pedido que cessassem o
passeio. ``Eles subiam em alta velocidade. Davam voos. Quase acertaram
outras pessoas``, relata Beto. ``Lá é rota turística para passeio de
buggy``, lembra.

O pedido deu início a uma briga, envolvendo ainda dois bugueiros e
cinco visitantes. ``Um (turista) disse que descia e subia quantas vezes
quisesse, do jeito que queria``, diz Beto. Os turistas estavam numa
pousada, em um grupo de donos de quadriciclos e veículos com tração
4x4. Segundo funcionários do local, eram 70 hóspedes.

Os envolvidos foram para a Delegacia de Aracati, onde foi
registrada a ocorrência. Beto, porém, diz que um morador de 15 anos foi
agredido gratuitamente, pouco antes.

Os conflitos recomeçaram na manhã de ontem. Bugueiros e outros
moradores cercaram a pousada. Os hóspedes ficaram impedidos de sair.
``Foi uma revolta de toda a comunidade``, detalha Beto. Segundo Paulo
de Tarso, dois veículos de hóspedes foram danificados a pauladas e
socos. ``Era uma coisa simples, mas ganhou proporções e beirou uma
tragédia``, resumiu o capitão.

O comandante afirma que, para acabar com o tumulto, foi preciso
mobilizar policiais de seis cidades do 1º Batalhão: Beberibe, Fortim,
Itaiçaba, Russas, Aracati e Icapuí``, detalha. O delegado Tharsio Facó,
estima que eram ``mais de 100 pessoas`` cercando a pousada. Também foi
acionado um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas
(Ciopaer). Os turistas foram tirados do local sob escolta do Batalhão
de Choque e do Comando Tático Motorizado (Cotam). Segundo o delegado e
o capitão, a pousada não foi invadida, nem houve agressões.

Bugueiros e turistas envolvidos voltaram à delegacia. Segundo Facó,
os visitantes foram identificados, ouvidos e liberados. Ele adianta que
será instaurado inquérito para apurar o caso: agressões, cerco à
pousada e danos materiais. ``Mas as agressões foram recíprocas``,
aponta. Será necessário ainda levantar os nomes de bugueiros e
moradores responsáveis por danos aos veículos no pátio da pousada.

Segundo informou o presidente da Associação dos Bugueiros de Canoa Quebrada, Beto Andrade, ao Jangadeiro Online,
cerca de quatro quadriciclos trafegavam pelas dunas em alta velocidade,
quando dois bugueiros teriam pedido para eles pararem, uma vez que
estavam atrapalhando o trabalho deles na área e prejudicando os
turistas.
De acordo com Beto, um dos motoristas de um dos quadriciclos era
menor da idade e, inclusive, pediu desculpas. “Mas os outros,
embriagados, não queriam nem saber e chegaram a atingir até um turista
com o veículo”, conta o presidente da Associação.
“Quando cheguei para tentar amenizar o problema, chegou a turma
deles de quadriciclo e não viram em quem bater. Agrediram turista e
quatro bugueiros. Eu corri com medo. Insatisfeitos, botaram os veículos
atrás de mim e me atropelaram”, relata Beto Andrade. “Me colocaram numa
roda e não me deixaram mais sair. Depois disso não me lembro de nada,
porque desmaiei e fui para o hospital”, completa.
Ainda conforme Beto, eram em torno de 12 pessoas as responsáveis pelas supostas agressões.
Beto Andrade: suspeita de fratura na costela

Envolvidos estiveram na Polícia
As possíveis vítimas foram à Delegacia de Aracati registrar
Boletim de Ocorrência. Os policiais da Delegacia de Aracati informaram
ao Jangadeiro Online que cerca de 20 pessoas também estiveram prestando depoimento ao delegado Tharsio Nogueira Facó de Paula Pessoa.
Conforme a Polícia, uma das apontadas como responsáveis pela
confusão defendeu-se dizendo apenas que os bugueiros estavam querendo
impedi-los de andar nas dunas. Francisco José Pereira da Silva, acusado
de causar danos aos bugues, foi detido e presta depoimento neste
momento.
E-Mais


>O capitão Paulo de Tarso afirma que eram 23 carros de turistas,
ao todo. A frota foi escoltada até a saída de Canoa Quebrada.

>Os turistas não eram oriundos de outros Estados, segundo bugueiros ouvidos por O POVO. Não houve prisões.











Acidente com buggy deixa cinco feridos na Prainha

Quatro turistas de Brasília (DF) e um bugueiro foram levados ao Instituto Dr.
José Frota após colisão entre dois buggys nas dunas da Prainha, em Aquiraz


Larissa Lima

larissalima@opovo.com.br
08 Jan 2010 - 01h19min

Uma colisão entre dois buggys deixou cinco pessoas feridas nas dunas da
Prainha, em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza. Quatro
turistas de Brasília (DF) e o motorista que conduzia o veículo chegaram
na noite de ontem ao Instituto Dr. José Frota (IJF). De acordo com o
coordenador da segurança do hospital, coronel Hélio Martins, o caso
mais grave era de duas adolescentes, Letícia Antônia Dias da Rocha, 15,
e Brenda Candeia Nunes, 13, que precisaram ser transportadas de
helicóptero. Segundo ele, nenhuma das vítimas corria risco de morte.

O presidente da Associação Ecológica dos Bugueiros de Aquiraz
(Aeba), Elvis Clésio Nogueira de Almeida, conta que o acidente
aconteceu por volta das 16 horas de ontem. Três buggys filiados à
entidade seguiam nas dunas quando um outro buggy colidiu com o primeiro
deles, vindo na direção contrária à da trilha utilizada pelos bugueiros
credenciados.

O motorista do buggy acusado de ter causado o acidente não seria
vinculado a nenhuma das duas associações de bugueiros do Município.
``Ele estava com turistas em cima do buggy e foi fazer as emoções sem
saber``, afirma Almeida.

Os quatro turistas feridos pertenceriam à mesma família, hospedada
numa casa na Prainha. Dois helicópteros da Coordenadoria Integrada de
Operações Aéreas (Ciopaer) foram utilizados no resgate das vítimas.
Gina Mara da Rocha, 46, Thomas Potekeer, 22, e o bugueiro Sérgio
Monteiro Braga, 23, foram levados para a ambulância, que não podia
chegar às dunas. As duas adolescentes seguiram diretamente para o IJF.

``Piratas``

Elvis de Almeida, da Aeba, reclama que na época de alta estação as
dunas da Prainha ficam cheias de veículos 4X4, quadriciclos e bugueiros
``piratas``, aqueles que não estão associados a nenhuma entidade local.
``Muitos não têm nem habilitação. Pegam qualquer buggy, vão às barracas
de praia, baixando o preço dos passeios pela metade até. E o turista
vem para aproveitar, é leigo na história``. Ele destaca que os buggys
credenciados, com aval dos órgãos de trânsito, utilizam placa vermelha.


Em julho de 2005, um bugueiro clandestino, sem habilitação, também
esteve envolvido em acidente nas dunas da Prainha com turistas. A
dianteira do veículo se soltou e ele despencou na descida da duna. A
turista amazonense Mônica Nascimento de Sousa, 31, estava grávida e
morreu após bater o abdômen na barra de proteção do buggy.

FONTE: JORNAL O POVO/CEARÁ







Buggy: acidente mata menina

Foto da matéria




VALA ONDE OCORREU O ACIDENTE




15/1/2010

Turistas do Espírito Santo passeavam na praia quando o veículo caiu no buraco. Feridos foram medicados no IJF

Um
acidente com um buggy ocupado por uma família de turistas do Estado do
Espírito Santo terminou de forma trágica no Litoral oeste do Ceará. O
fato aconteceu na manhã de ontem, na Praia de Paracuru (a 100Km de
Fortaleza). A menina Bianca de Oliveira, 5 anos, morreu quando era
atendida na emergência do hospital daquele Município. Outras seis
pessoas ficaram feridas.

O caso já está sendo apurado pela
Delegacia de Polícia Civil de Paracuru. Segundo as primeiras
investigações, o buggy foi alugado ao pai da menina, o turista Mecenas
Miranda Rocha. Além dele - que guiava o veículo - e da filha, estavam
no veículo mais cinco pessoas, a mãe da menina, as avós materna e
paterna da criança, um tio, e ainda, um garoto.

Buraco

O
veículo teria caído dentro de um buraco de aproximadamente um metro de
profundidade, em plena areia da praia. O fosso se formou por conta do
escoamento das águas de um riacho que desemboca na praia. Segundo
testemunhas, um nativo percebeu a aproximação do buggy e ainda
sinalizou com os braços para que o motorista desviasse o trajeto, mas
ele não percebeu e o buggy foi cair direto no buraco. Com o solavanco,
a criança bateu com a cabeça numa barra de ferro do buggy.

Conforme
o inspetor Demontier Moreira, da delegacia de Paracuru, o pai se
apresentou espontaneamente à Polícia, horas depois do acidente, e
prestou declarações sobre o ocorrido. Em seguida, muito transtornado,
ele seguiu para o hospital onde estava o corpo da criança. As outras
pessoas feridas no acidente foram socorridas, de ambulância, para
Fortaleza e medicadas no Instituto Doutor José Frota. Nenhuma delas,
porém, corre risco de morte.

No IJF-Centro deram entrada na
Emergência as pacientes Creuza Melo de Oliveira, 70 (apresentava
fratura de braço)); Holga José Merlo, 79 (corte no supercílio); e Maria
das Graças Dias, 55, filha de Holga (com ferimentos nos joelhos). Já no
Hospital de Paracuru foram atendidos os pais da menina e o garoto.
Segundo a Polícia, depois do acidente, o Buggy foi removido do local e
está apreendido no pátio da sede da Guarda Municipal de Paracuru,
devendo ser periciado, na manhã de hoje, por uma equipe da Perícia
Forense do Estado do Ceará (Pefoce), destacada na Delegacia Regional de
Itapipoca. O delegado George Malaquias será o presidente do inquérito
que vai apurar o fato.

A princípio, a Polícia vai tratar do caso
como sendo um homicídio culposo (quando não há intenção de matar), já
que se tratou de um acidente de trânsito. O buggy, segundo o inspetor
Demontier, pertence a uma pessoa residente em Paracuru e que aluga o
veículo a visitantes.

O acidente em Paracuru aconteceu duas
semanas depois de um grave incidente ocorrido em outro setor do Litoral
cearense. Foi no Município de Aracati, onde um grupo de visitantes de
Fortaleza seguiu para a Praia da Canoa Quebrada.

Lá, eles
acabaram entrando em conflito com os bugueiros que exploram passeios em
trilhas nas dunas. Acusações mútuas resultaram em espancamentos e
depredação de veículos, sendo necessária a presença de um forte aparato
da Polícia Militar para evitar mortes e novos embates.

Acidente

No
último dia 8, mais um acidente com buggy no Litoral cearense. Dessa vez
o fato ocorreu na Prainha, em Aquiraz (Região Metropolitana de
Fortaleza), quando cinco pessoas ficaram feridas após a colisão de dois
buggies. Entre os feridos estavam quatro turistas de Brasília. Duas
adolescentes, feridas mais gravemente, tiveram que ser transportadas
para o IJF em um helicóptero da Ciopaer.

HISTÓRICO

Litoral cearense tem registrado desastres

Acidentes
envolvendo buggy nas praias do Litoral cearense já fizeram várias
vítimas nos últimos cinco anos, a maioria com mortos ou feridos graves.

No
dia 8 de janeiro deste ano, uma colisão entre dois buggy nas dunas da
Prainha, em Aquiraz, deixou quatro turistas de Brasília e um bugueiro
feridos. O caso mais grave foi o de duas adolescentes, Letícia Antônia
Dias da Rocha, 15; e Brenda Candeia Nunes, 13.

No dia 1º de
janeiro de 2006, um grave acidente abalou os nativos e turistas na
Praia de Jericoacoara, Município de Jijoca, com um fim trágico. A
colisão frontal entre dois veículos que trafegavam em uma duna
conhecida como Mangue Seco deixou duas pessoas mortas e outra
gravemente ferida. O estudante Samir Lietert Cavalcante, 16, e um outro
adolescente não identificado, acabaram mortos. Em 2005, no dia 12 de
julho, um casal de turistas de São Paulo e a sua filha sofreram um
acidente nas dunas da Praia do Cumbuco. O bugueiro que fazia o passeio
perdeu o controle após uma manobra arriscada e o veículo capotou. A
filha saiu ilesa, mas o casal sofreu fortes pancadas e teve que ser
transferido de helicóptero para o Instituto Doutor José Frota (IJF).

Outros casos

No
dia 26 de junho de 2005, o engenheiro de pesca Francisco Barbosa de
Almeida morreu após o buggy em que estava, na Praia de Picos, em
Icapuí, capotar. Já no dia 6 de janeiro de 2005, o passeio para um
grupo de turistas de Manaus, todos da mesma família, terminou de forma
trágica. O veículo caiu em um precipício e todos foram jogados para
fora. Mônica Nascimento de Sousa, 31, morreu.

FERNANDO RIBEIRO
EDITOR








http://opovo.uol.com.br/opovo/pagina2/943366.html

_________________
Salmo 91:7
NIL ARAUJO
nilaraujo@gmail.com
(85)3087.9012/9999.0006/8778.4828
www.bugway.com.br
https://www.facebook.com/profile.php?id=1655134468
twitter@nilaraujo
avatar
Nil
Homem das Dunas
Homem das Dunas

Número de Mensagens : 3766
Idade : 44
Localização : CEARA
Tipo de Buggy : CAUYPE SPORT: CHASSI TUBULAR, CARROCERIA MONOBLOCO, EXCLUSIVA CÉLULA DE SEGURANÇA, SUSPENSÃO INDEPENDENTE, ESPAÇO INTERNO PARA ACOMODAR UMA PESSOA DE 1,80, MUITA ESTABILIDADE, ESTEPE NO PORTAMALAS, CAPOTA DE VERÃO. PARABRISA LAMINADO COLADO
Pontos : 8095
Data de inscrição : 13/05/2008

http://www.bugway.com.br ; WWW.BUGGYCAUYPE.COM.BR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Acidente com buggies está virando rotina

Mensagem por Nil em Sab Jan 16, 2010 8:46 pm


Praia do Cumbuco: autarquia de trânsito limitou a circulação de veículos em trechos da praia

Falta de fiscalização e imprudência de motoristas são as principais causas dos últimos acidentes

Histórias
de acidentes envolvendo buggies, como o que vitimou uma menina de cinco
anos, em Paracuru, na última quinta-feira, são contados por
frequentadores, rotineiramente, em diversas praias da Região
Metropolitana de Fortaleza, durante o período da alta estação.
Fortalezenses e turistas, por falta de aviso ou por imprudência,
circulam nas areias da praia de buggy, quadriciclo ou até em um carro
comum.

Segundo banhistas, o desrespeito se deve a falta de
fiscalização mais rigorosa por parte do Departamento Estadual de
Trânsito (Detran-CE) e das autarquias municipais de trânsito.

Na
Prainha, em Aquiraz, onde ocorreu outro acidente entre dois buggies, no
último dia 8, ferindo cinco pessoas, frequentadores afirmam que não há
fiscalização e carros de diversos tamanhos circulam diariamente pelo
local.

Tomando sol na Prainha, a turista de Brasília, Eloine
Nunes afirmou ter visto três carros grandes passando nas areias da
praia, ontem de manhã, onde havia grande circulação de pessoas. "Um
adolescente quase foi atropelado por um carro, que freou em cima dele.
Tinha que ter fiscalização todo dia".

O bugueiro Francisco das
Chagas Ferreira trabalha nas areias da Prainha, fazendo passeios com
turistas, ressalta que, mesmo sem um órgão municipal de fiscalização,
os buggies da cooperativa onde trabalha não andam onde há concentração
de banhistas. "Tem muitos buggies que não são nem cadastrados pela
Prefeitura e andam em todo lugar. E só tem fiscalização do Detran no
final de semana", ressaltou.

A necessidade de uma fiscalização
diária é clara, pois, em período de alta estação, as praias mais
próximas da Capital são visitadas por turistas todos os dias da semana.

Em
Cumbuco, no município de Caucaia, muitos banhistas aproveitavam o dia
de sol, ontem. Entre eles, passeios a cavalo, jegues, buggies e
quadriciclos eram oferecidos aos turistas, mas circulavam num trecho
reservado, longe da área de concentração dos banhistas.

A
fiscalização e a sinalização existem no município. Mas, para o bugueiro
cadastrado Fausto Alves, a presença deles precisa ser intensificada.
"Há muitos buggies não credenciados e muitos carros comuns que circulam
nas dunas, onde somente os credenciados podem andar".

Ele
ressalta que, diariamente, um trabalho de reconhecimento das dunas é
feito pelos bugueiros, às 7 horas da manhã, para verificar as mudanças
ocorridas no trajeto que costumam fazer. Eles ressaltam que é muito
perigoso alguém de fora dirigir um buggy sozinho nas dunas ou nas
praias, por não ter conhecimento do melhor caminho a ser feito. "Quem
aluga o buggy para o turista não passa informação nenhuma. Em todo
período de alta estação acontecem acidentes. São pessoas desavisadas",
acrescentou.

Quem aluga quadriciclos no local afirma que somente
adultos podem pilotar o veículo, mas a assessoria do Departamento
Estadual de Trânsito do Ceará explica que, mesmo em locais onde há
permissão para a circulação de veículos automotores, o quadriciclo é
proibido, pois não é licenciado para andar em via pública.

Fiscalização

Para
conter o tráfego desordenado nas praias, o Detran-CE promete
intensificar as fiscalizações nas faixas de praia onde há concentração
de banhistas, nos municípios de Aquiraz, Caucaia, Trairi e Beberibe.

Os
recentes problemas de trânsito ocorridos no litoral cearense são
atribuídos, pelo Detran, "à intolerância e ao descuido na condução de
buggies". Segundo a assessoria do órgão, a fiscalização sobre os
buggies cadastrados e não cadastrados é de responsabilidade das gestões
municipais.

_________________
Salmo 91:7
NIL ARAUJO
nilaraujo@gmail.com
(85)3087.9012/9999.0006/8778.4828
www.bugway.com.br
https://www.facebook.com/profile.php?id=1655134468
twitter@nilaraujo
avatar
Nil
Homem das Dunas
Homem das Dunas

Número de Mensagens : 3766
Idade : 44
Localização : CEARA
Tipo de Buggy : CAUYPE SPORT: CHASSI TUBULAR, CARROCERIA MONOBLOCO, EXCLUSIVA CÉLULA DE SEGURANÇA, SUSPENSÃO INDEPENDENTE, ESPAÇO INTERNO PARA ACOMODAR UMA PESSOA DE 1,80, MUITA ESTABILIDADE, ESTEPE NO PORTAMALAS, CAPOTA DE VERÃO. PARABRISA LAMINADO COLADO
Pontos : 8095
Data de inscrição : 13/05/2008

http://www.bugway.com.br ; WWW.BUGGYCAUYPE.COM.BR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ACIDENTES E INCIDENTES

Mensagem por Beco em Sab Jan 16, 2010 11:44 pm

São tragédias desnecessárias. Sou contra a privatização de qualquer espaço público deste país, incluindo aí as dunas do Nordeste. Mas acho que não é possível que se entregue (alugue) um buggy a alguém que não conhece nada da região - e nem de buggy - para fazer "turismo". E sempre fui contra os passageiros de um buggy estarem sentados na traseira, sobre o banco, sem cintos de segurança, seja o condutor um buggueiro cadastrado ou não. Com segurança não se brinca!
avatar
Beco
Admin
Admin

Número de Mensagens : 4515
Idade : 69
Localização : Pelotas - RS
Tipo de Buggy : Glaspac 72, montado sobre fusca 69. Meu desde 73!
Pontos : 9759
Data de inscrição : 10/05/2008

http://planetabuggy.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ACIDENTES E INCIDENTES

Mensagem por VIVINHOM em Dom Jan 17, 2010 5:12 am

É verdade, enquanto não se levar em consideração a segurança em primeiro lugar e aí depois o lucro, os acidentes continuarão acontecendo, uma pena.
avatar
VIVINHOM
Homem das Dunas
Homem das Dunas

Número de Mensagens : 3560
Idade : 57
Localização : MARICÁ-RJ
Tipo de Buggy : COYOTE
Pontos : 7385
Data de inscrição : 15/07/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ACIDENTES E INCIDENTES

Mensagem por Sergio HB89 em Seg Jan 18, 2010 5:08 am

Realmente lamentavel que vidas sejam perdidas desssa forma

Nossos brinquedos se bem usados so proporcionam alegrias.
avatar
Sergio HB89
Interessado
Interessado

Número de Mensagens : 19
Localização : Criciúma/SC
Tipo de Buggy : Buggy HB ano 89, azul.
Pontos : 3260
Data de inscrição : 09/12/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ACIDENTES E INCIDENTES

Mensagem por lubisomem01 em Seg Jan 18, 2010 7:48 am

Imprudencia + falta de segurança + bebidas + falta de esperiencia em andar na areia = acidentes

_________________
Abraços
Luby

http://pumaslubisomem.blogspot.com/
avatar
lubisomem01
Lama para todo Lado
Lama para todo Lado

Número de Mensagens : 1622
Localização : Rio de Janeiro - B R A S I L
Pontos : 5380
Data de inscrição : 25/06/2008

http://pumaslubisomem.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

RE; ACIDENTES E INCIDENTES

Mensagem por Sergio Augusto em Seg Jan 18, 2010 6:26 pm

No último dia 02 um irresponsável desse tipo, começou a se exibir aqui, estando a areia lotada de banhistas.
Poderia ter causado um acidente e teve sorte de não ter provocado um incidente!
Abs. Sergio.
avatar
Sergio Augusto
Desbravador Master
Desbravador Master

Número de Mensagens : 563
Idade : 68
Localização : Maricá Rj
Tipo de Buggy : Kadron 1971, Taiba 1993
Pontos : 4106
Data de inscrição : 13/04/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ACIDENTES E INCIDENTES

Mensagem por Convidad em Ter Jan 19, 2010 4:15 am

O pior de tudo é que isso vem acontecendo com mais frequência do que o tolerável e com as informações trazidas pelo Nill, presume-se que infelizmente pelo país inteiro!

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ACIDENTES E INCIDENTES

Mensagem por Gladston em Sab Jan 23, 2010 11:02 pm

Para aventura existe eventos apropriados como enduros, trilhas, cross-country...

Turista com a família então nem se fala! Passeio e adrenalina não andam juntos!

_________________
Gladston Castro
avatar
Gladston
Super Desbravador
Super Desbravador

Número de Mensagens : 319
Idade : 36
Localização : Campinas
Tipo de Buggy : VW ANGRA BEACH // VW Buggy Emis
Pontos : 3829
Data de inscrição : 25/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

HOJE, 256DE JANEIRO NO BOM DIA BRASIL

Mensagem por Nil em Ter Jan 26, 2010 8:25 pm

http://g1.globo.com/bomdiabrasil/0,,MUL1462966-16020,00-ANDAR+DE+BUGGY+PELAS+DUNAS+DO+CEARA+PODE+SER+PERIGOSO.html


VEJAM A REPORTAGEM DE HOJE NO BOM DIA BRASIL


Andar de buggy pelas dunas do Ceará pode ser perigoso


Para participar da diversão tradicional é preciso ser um motorista experientes. Acidentes podem ser fatais.

Quem não sonha com um passeio pelas belas dunas do Ceará? Se você pretende se aventurar por lá nesse verão, uma dica: além de diversão, é preciso pensar em segurança.

Para alguns turistas não basta contemplar as dunas. Entrar de carro no cenário exige cuidados.

"Sempre pensamos na segurança. Eles são credenciados, são bastante experientes, sabem exatamente onde podem andar ", garante o turista Antônio Brito.

Conhecimento indispensável quando se trafega por dunas e praias. Em duas semanas, dois acidentes graves, com veículos desse tipo, deixaram onze feridos e causaram a morte de uma menina de 5 anos. O pai dela, um turista do Espírito Santo, havia alugado e estava dirigindo o carro que caiu em uma vala.

Os bugueiros costumam oferecer sempre duas opções para os turistas: o passeio sem emoção, em trilhas suaves pelas dunas, ou o passeio com emoção, que nada mais é do que descer dunas mais íngremes em rampas.

São manobras permitidas em dunas que não estejam nas áreas de proteção ambiental. Mas exigem experiência do motorista.

"Pelo fato de não conhecer uma trilha, no momento em que ele adentrar uma ladeira, em uma rampa, a primeira coisa que ele vai fazer é pisar no freio e pisar no freio na ladeira é pedir um acidente, com certeza", avisa o bugueiro Fausto Alves de Sousa.

Ser transportado assim é tradicional, mas vai na direção oposta do Código de Trânsito.

"Quem anda no buggy tem que andar no banco de trás, usando cinto de segurança como se fosse um carro normal", alerta o procurador jurídico do Detran-CE Igor Pontes.

Seguindo as regras, o passeio tem destino certo: a diversão.

"Não estragamos a viagem no meio de uma brincadeira. Acho que isso é o principal", comenta uma turista.


Última edição por NILL em Qua Jan 27, 2010 6:38 pm, editado 1 vez(es)

_________________
Salmo 91:7
NIL ARAUJO
nilaraujo@gmail.com
(85)3087.9012/9999.0006/8778.4828
www.bugway.com.br
https://www.facebook.com/profile.php?id=1655134468
twitter@nilaraujo
avatar
Nil
Homem das Dunas
Homem das Dunas

Número de Mensagens : 3766
Idade : 44
Localização : CEARA
Tipo de Buggy : CAUYPE SPORT: CHASSI TUBULAR, CARROCERIA MONOBLOCO, EXCLUSIVA CÉLULA DE SEGURANÇA, SUSPENSÃO INDEPENDENTE, ESPAÇO INTERNO PARA ACOMODAR UMA PESSOA DE 1,80, MUITA ESTABILIDADE, ESTEPE NO PORTAMALAS, CAPOTA DE VERÃO. PARABRISA LAMINADO COLADO
Pontos : 8095
Data de inscrição : 13/05/2008

http://www.bugway.com.br ; WWW.BUGGYCAUYPE.COM.BR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ACIDENTES E INCIDENTES

Mensagem por VIVINHOM em Qua Jan 27, 2010 12:10 pm

É NILL, eu vi esta reportagem e lembrei do que vc havia colocado dias antes aqui no fórum, pura questão de irresponsabilidade, uma pena que estas coisas aconteçam nos dias de hoje quando segurança é tão discutida, acho que depois desse acontecimento os responsáveis tenham mais cautela e só permitam que os "duneiros" guiem os buggys, meu ponto de vista, aí é diversão garantida.
avatar
VIVINHOM
Homem das Dunas
Homem das Dunas

Número de Mensagens : 3560
Idade : 57
Localização : MARICÁ-RJ
Tipo de Buggy : COYOTE
Pontos : 7385
Data de inscrição : 15/07/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

MAIS UM CAPÍTULO: QUADRICICLOS SÃO OS CULPADOS.

Mensagem por Nil em Dom Mar 28, 2010 6:57 am